As condições das escolas no regresso das aulas presenciais

A Federação Nacional da Educação (FNE) decidiu, no âmbito dos seus órgãos, a realização de uma Consulta Nacional, no início do ano letivo 2020/2021, tendo como destinatários o pessoal docente e não docente, com o objetivo de recolher informação sobre as condições das escolas no regresso das aulas presenciais.
Essa intenção foi dada a conhecer no âmbito de diversas intervenções de cariz público, assim como da divulgação de um comunicado, com data de 17 de setembro de 2020, do qual destacamos os principais aspetos: "(...) realização de um inquérito a nível nacional dirigido aos trabalhadores docentes e não docentes da Educação de todo o país, que visa permitir alcançar um conhecimento mais aprofundado da forma como está a acontecer o arranque das aulas nas escolas nacionais.
Esta consulta sobre as condições das escolas neste regresso às aulas presenciais, com base num questionário, estará disponível online até ao dia 25 de setembro.
Esta iniciativa vai permitir uma reflexão consistente sobre as respostas obtidas, de forma a permitir que se trabalhe sobre soluções para dar resposta aos problemas identificados, procurando também contributos que permitam reforçar a ação da FNE e dos seus Sindicatos.
A FNE considera ser imprescindível o regresso à atividade letiva presencial, para que se garanta a equidade em educação, mas exige que sejam adotados todos os procedimentos que salvaguardem a proteção e a saúde de todos os educadores e professores e todos os trabalhadores não docentes que vão estar a garantir o dia-a-dia das nossas escolas. (...)."
Para ler o relatório na íntegra clique no ficheiro mais a baixo.

(FNE, Comunicado - 17 de setembro de 2020)