Dia Nacional do Trabalhador Não Docente. Os funcionários das escolas também educam!

25-11-2015 13:29

 
 
 
 
O papel dos não docentes numa escola inclusiva e de qualidade foi o tema escolhido para a celebração do Dia Nacional dos Trabalhadores Não Docentes que a FNE e os seus sindicatos representativos destes trabalhadores celebraram, a 24 de novembro, em Coimbra.

 

Carlos Silva, secretário-geral da UGT foi o orador principal desta cerimónia e admitiu que veio com a missão de dar ânimo aos trabalhadores da educação, tantas vezes ignorados. "Fazem parte de uma família que prepara outras famílias para o futuro, assumindo uma responsabilidade muito grande", afirmou.

Mas como o dia estava marcado politicamente pela indigitação do novo Governo, o secretário-geral da UGT aproveitou para deixar uma mensagem clara sobre qual vai ser o papel da central sindical daqui para a frente. A defesa dos direitos dos trabalhadores, a defesa do princípio à concertação social e a valorização da negociação serão pontos essenciais pelos quais a UGT se baterá. "A UGT existe para defender os trabalhadores", disse Carlos Silva para mais à frente garantir que "o nosso campo de batalha será sempre a negociação", concluiu.

 

Seguiram-se as intervenções dos representantes dos diferentes sindicatos. Carlos Guimarães, presidente do STAAEZN lembrou que passados 16 anos após a publicação do regime jurídico que define os direitos e deveres dos trabalhadores não docentes, há muito por fazer. "A comunidade educativa exige que o pessoal não docente se vire para ela e que aí se continue cada vez mais a afirmar como interventor dinâmico e visível na gestão da educação", afirmou.

Cristina Ferreira do STAAESul e Regiões Autónomas lamentou o esquecimento a que estes trabalhadores têm sido votados. "Não temos progressão na carreira há anos, não temos formação há anos. Precisamos de respeito por todos os trabalhadores que exercem as suas funções nas escolas", defendeu.

A Lucinda Dâmaso coube a tarefa de encerrar os trabalhos desta cerimónia comemorativa do Dia Nacional do Trabalhador Não Docente. Para a presidente da UGT é importante a valorização destes profissionais porque uma escola de sucesso e com qualidade não se faz sem o trabalho e dedicação destes trabalhadores. "É a estes trabalhadores que os alunos recorrem em primeiro lugar. São trabalhadores que nunca deixaram de estar presentes quando a escola precisou", defendeu a presidente da UGT.

https://www.fne.pt/pt/noticias/go/atualidade-dia-nacional-do-trabalhador-n-o-docente--os-funcion-rios-das-escolas-tamb-m-educam

Voltar

Galeria de Videos - Entrevistas

Mais Videos

Contactos

Sede: Staaezn
Rua da Constituição, 814
5º sala 28
4200-195 Porto

Telefones: 226 084 476

Telemovel: 966 823 183

Sugestões de melhorias

Por favor preencha os seguintes campos:

Sindicato dos Técnicos Superiores, Assistentes e Auxiliares da Educação da Zona Norte

Desenvolvido por STAAE Zona Norte