FNE apresentou reivindicações para os Trabalhadores da Educação. Documento pretende repor direitos e será entregue ao novo Governo

23-11-2015 23:43

FNE apresentou reivindicações para os Trabalhadores da Educação. Documento pretende repor direitos e será entregue ao novo Governo
 

A FNE apresentou esta manhã, dia 23 de novembro, em conferência de imprensa, no Porto, um pacote de medidas para inverter o ciclo de degradação das condições de trabalho dos docentes e dos trabalhadores não docentes das nossas escolas.

Estas reivindicações estão inscritas em duas cartas de direitos e vão servir de orientação para a intervenção sindical que a FNE vai adotar para os tempos mais próximos.

Numa altura em que toda a sociedade portuguesa aguarda a definição do novo quadro político que possa funcionar de uma forma sustentável e duradoura em termos de governabilidade, a FNE defende que é necessário ter um governo que reúna a plenitude de condições para funcionar, nomeadamente em termos de elaboração e apresentação de uma proposta de Orçamento.

Mas também entendemos que se torna necessária essa plenitude de condições para a ação governativa, para que se possa dar início a processos negociais que permitam as alterações que identificamos como mais necessárias para o sistema educativo.

Logo que um novo governo obtenha investidura parlamentar, deve iniciar um processo de consultas no quadro das quais apresentaremos uma proposta de elenco de matérias e calendário de apreciação.

A reposição salarial para os professores e para os trabalhadores não docentes em 2016, a vinculação aos quadros ao fim de três contratos e um regime especial de aposentação são algumas das medidas do pacote reivindicativo da FNE e que pode ser consultado na íntegra através dos seguintes documentos:

 

Voltar

Contactos

Sede: Staaezn
Rua da Constituição, 814
5º sala 28
4200-195 Porto

Telefones: 226 084 476

Telemovel: 966 823 183

Sindicato dos Técnicos Superiores, Assistentes e Auxiliares da Educação da Zona Norte

Desenvolvido por STAAE Zona Norte